simpatias diversas para a sorte

PARA ENCANTAR A SORTE

Sua sorte pode ser encantada, evitando que o azar se instale em sua vida e que as dificuldades comecem a aparecer inesperadamente. Se você não ficar atento, quando menos esperar, o mundo parecerá estar caindo em sua cabeça, de tantos problemas que podem aparecer, quando o azar chega e se instala.
O que você precisa fazer é encantar sua sorte e manter o inimigo distante. Para isso, pegue um pedaço de cristal transparente, coloque-o num copo com salmoura e deixe-o ao sol, do meio dia ao entardecer. Retire-o pouco antes do sol se pôr.
Lave-o em seguida com água corrente, depois enxugue-o num pano branco e embrulhe-o, em seguida, num pano vermelho. Veja o que tem de mais precioso e que conseguiu num golpe de sorte. Pode ser um carro, uma esposa, um filho, um móvel, um objeto ou qualquer coisa assim.
Nessa noite, o cristal deverá permanecer junto dessa pessoa ou desse objeto. Se for uma pessoa, coloque-o sob o travesseiro dela. Se for um carro, dentro dele. Um objeto, sobre ele ou dentro dele, conforme for o caso.
No dia seguinte, pegue o cristal e leve-o ao sol logo que amanhecer. Deixe-o sobre o pano vermelho até o meio-dia. Retire-o e guarde-o numa caixa ou gaveta de madeira, embrulhado nesse pano. Toda noite, quando for dormir, retire o cristal e coloque-o sob seu travesseiro. Nunca deixe passar mais de sete dias sem fazer isso, muito menos permita que alguém toque esse cristal. Se isso acontecer, refaça a simpatia do princípio.

PARA RECEBER A SORTE

Que a sorte pode ser caprichosa, disso ninguém tem dúvidas. Só que ela é caprichosa com aqueles que não se mostram agradecidos. Cedo ou tarde, ela dá a devida resposta.
Não se trata de prestar culto a uma entidade chamada Sorte, mas de demonstrar gratidão por ter tido o privilégio de tê-la, ao invés do azar. Essa gratidão pode ser demonstrada no momento de recebê-la. Mesmo que você não saiba quando isso ocorrer, uma simpatia preventiva vai lhe dar a resposta.
Pegue metade de um coco seco, lixe-o cuidadosamente, depois envernize-o por fora apenas. Pegue um prato de barro e coloque cinzas vegetais dentro dele, depois acomode a metade do copo, para que fique apoiada na cinza.
Dentro dela coloque moedas, pedrinhas e contas coloridas, grãos de cereais, bijuterias e coisas desse tipo. Deixe num local alto de sua casa, acima de sua cabeça.

PARA TIRAR A SORTE DO CHÃO

Esta é uma simpatia muito antiga e já foi muito usada, caindo no esquecimento por algum tempo. Pelo que se tem notícia, é muito forte e muito poderosa, permitindo que você mantenha a sorte consigo, afastando o azar ou quebre uma seqüência de ondas de azar.
Não há nenhuma dificuldade para fazê-la. Basta conseguir um crucifixo de ferro e amarrar nele uma fita vermelha dobrada ao meio, com as parte unidas por sete nós seguidos.
Numa sexta-feira, após o escurecer, enterre essa cruz, com a fita, num monte de terra, num local seco, onde não possa ser molhado. Ao enterrar, os sete nós da fita devem ficar sob a terra e as pontas da fita, para fora.
No dia seguinte, após o anoitecer, vá ao local e puxe com cuidado a fita, de modo a descobrir o primeiro nó. Ao fazer isso, repita três vezes a seguinte intenção:
Sorte minha, venha lá
Que eu estou a sua espera
Venha do céu e da terra
Sorte minha, venha lá!
No dia seguinte, no mesmo horário, puxe mais um nó e repita a intenção por três vezes. Vá fazendo isso todo dia, até, finalmente, descobrir o último nó. Quando fizer isso, retire junto a cruz e coloque-a em contato com o corpo. Nessa noite você deverá dormir com ela junto à pele.
No dia seguinte, pela manhã, retirar e guardá-la numa caixa de madeira. A partir daí, quando perceber alguma coisa errada com a sua sorte, retire a cruz e durma com ela.

PARA NÃO MANDAR A SORTE EMBORA

Algumas práticas recomendadas pela sabedoria popular perderam a credibilidade hoje em dia, pois deixaram de ser transmitidas de pais para filhos. Com isso, observa-se que muitos lares entram em crises terríveis, porque tudo neles dá errado.
Mal sabem que, por total ignorância, simplesmente deixaram de observar pequenos detalhes que seus antepassados realizavam quase que inconscientemente. Com certeza nenhum deles faria algo para mandar a sorte embora, como se faz hoje em dia.
São pequenas coisas que devem ser observadas, para que a sorte não vá embora quase que imediatamente. Vejamos algumas delas:
Nunca permita que um gato entre em sua casa, no meio da noite, depois de ter andado pelas redondezas.
Jamais jogue pela janela um fósforo ainda aceso, mesmo que more à beira de um rio e isso não resulte em perigo algum. Da mesma forma, nunca jogue pela janela um pedaço de pão ou qualquer tipo de comida.
Quando receber dinheiro, receba sempre com gentileza, conferindo-o sem estardalhaço. Quando for fazer um pagamento, dê as cédulas ou as moedas na mão de quem recebe. Jamais jogue no balcão.
Se soprar uma ventania e o vento estiver encanando, feche a janela ou porta por onde ele entra, jamais por onde ele sai.