simpatias contra o azar

PARA MARÉ DE AZAR

Quando se entra numa maré de azar, nada dá certo e não adianta espernear ou protestar, pois isso parece aumentar ainda mais o azar. É preciso, antes de mais nada, manter a calma o tempo todo, não permitindo que seus efeitos sejam mais danosos do que seria de se esperar.
Se você perceber que a situação chegou a um ponto insustentável ou mesmo se pequenas coisas ultimamente não andam dando certo, não espere mais tempo. Trate de se proteger com uma simpatia especial para esse fim.
Numa sexta-feira, logo pela manhã, pegue três pregos de aço e, com eles na mão direita, vá até uma igreja. Molhe os pregos com água benta, depois seque-os esfregando-os contra a barra de sua calça ou de seu vestido.
Vá, em seguida, a um cemitério e enterre esses pregos em três covas diferentes, de modo que formem um triângulo. Em cada uma dessas covas acenda uma vela. Afaste-se sem olhar para trás.

PARA FAZER UM TALISMÃ CONTRA O AZAR

Hoje, mais do que ontem, o uso de um talismã contra o azar pode ser de grande valia, pois quanto mais gente você tem ao seu redor, mais chances você tem de ser impregnada por essa praga.
Os magos sempre estudaram e divulgaram o potencial canalizador de certos materiais na natureza. Alguns refletem, outros absorvem como espuma, outros purificam.
O uso do talismã correto pode tornar sua vida mais fácil, pois eliminará os empecilhos e os obstáculos que eventualmente possa surgir em seus caminhos.
Para isso, pegue trinta e três contas de lágrimas-de-nossa-senhora, imaculadamente brancas, fazendo um colar com elas, usando uma linha de pescar fina para uní-las. Arremate com um nó, de forma que possa pôr e tirar esse colar, sem precisar de fecho.
Pelo menos uma vez por semana, na sexta-feira, quando for dormir, use esse colar.

PARA ENGANAR O AZAR

Às vezes é preciso que se use de algumas artimanhas para não deixar que o azar chegue e se instale, acabando com sua sorte, principalmente se tudo anda dando certo em sua vida ultimamente.
Para isso, num dia específico do mês, escolhido por você, assim que escurecer, pegue uma foto sua e cole-a de frente no tronco de uma árvore.
No mês seguinte, nesse mesmo dia, cole outra foto numa pedra. No outro mês, num muro e assim por diante, até completar sete meses, sempre variando de local e jamais colando a foto num mesmo local mais de uma vez.
Repetir anualmente.
Observação: ao invés de colar fotos, nada impede que você tire xerox delas e utilize esse tipo de cópia, desde que de boa qualidade.

PARA SE LIVRAR DO AZAR

Sabemos que o azar nunca anda sozinho” e qualquer pessoa consultada terá sempre uma experiência dessas verdadeiras marés de azar, que um dia passaram por suas vidas.
Se você apenas ficar esperando, com certeza cedo ou tarde acabará enfrentando uma. O melhor a fazer é sempre se prevenir e, para isso, nada melhor que uma simpatia.
Quando sentir que anda muito azarado(a) ultimamente e que mais de três azares já o(a) atormentaram, ou se desejar apenas se prevenir contra essa praga, faça o seguinte:
Logo que amanhecer, de preferência numa segunda-feira, pegue duas vela, raspe o fundo delas, de modo que possam ser fixadas inclinadas, cruzando-se, num prato branco.
No fundo do prato coloque açúcar ou mel. Deixe queimando do lado de fora de sua casa. Quando terminar, enterre o prato de boca para baixo num canto de muro ou de cerca.

PARA TROCAR O AZAR

Se você está azarado, alguém com certeza não está. Se você for esperto, poderá compartilhar da sorte dela outra, usando uma simpatia muito conhecida.
Pegue uma nota graúda e peça para a pessoa trocar para você. Se ela não tiver troco, empreste dela uma nota menor, nem que para isso tenha que lhe deixar a nota maior em garantia. O importante é fazer com que ela lhe ceda uma nota.
Leve essa nota consigo, dobrada em sua carteira ou bolsa.